segunda-feira, setembro 10, 2007




Esta semana recebi uma notícia muito perturbadora.
Uma amiga de quem gosto muito encontra-se numa situação complicada.
Ela 34 anos, o namorado 35, resolveram ir viver juntos apesar das condições económicas não serem as mais favoráveis. Apesar de tomar a pílula (e como o imbecil do namorado se recusava a usar preservativo) sabe-se lá porque obras do destino ficou grávida. Ela não queria ter o filho e estava decidida a fazer um aborto. Ainda não acabou o curso, não tem emprego, falta dinheiro....
Ele disse que a amava muito e que queria ter um filho dela. Iria assumir todas as responsabilidades e viveriam felizes os 3.
Só que há pessoas que realmente não sabem o que é amar alguém!
Pressupõe-se que quando se diz que se ama alguém, significa que se ama essa pessoa como um todo. Corpo e alma, defeitos e virtudes.
Mas cada vez mais me convenço que certas pessoas não sabem realmente o que é o amor. Ou porque nunca foram amadas de verdade ou porque devem ter algum defeito de carácter.
Aos 5 meses de gravidez já com uma barriguinha proeminente o dito rapaz achou que a namorada já não o excitava sexualmente. Estava gorda, inchada e os frequentes enjoos eram demais para ele aguentar. COITADINHO !!! ela é que vomitada 10 vezes ao dia e ele é que não aguentava!!!!

Por isso resolveu deixa-la! Com um “boa sorte para ti e para o bebé”!
“Vou dar o meu nome á criança, pagar a pensão de alimentos mas terás que te desenrascar sozinha”.
Homens assim fazem-me lembrar os cucos que põe o ovo no ninho dos outros pássaros para que eles cuidem dos seus descendentes. Esquivando-se das responsabilidades.
Ser pai é muito mais do que assumir pensão de alimentos e dar o nome á criança! Mas o egoísmo dele não lhe permite ver além disso.
Honestamente acredito que ele quis ter o filho para preencher alguma lacuna na sua miserável vida, provavelmente alguma falha narcísica mal resolvida. Não passa de um pobre coitado que é infeliz consigo próprio e por isso faz os outros infelizes á sua volta!
Realmente nota-se o quanto ele amava a M.!!!!! Para ele amor é sinonimo de sexo/desejo!

Cada vez mais noto que as pessoas não querem ter responsabilidades, não se querem dar a ninguém de corpo e alma. Vivem presas ao seu próprio egoísmo, centradas no seu próprio mundo, rodeadas pelos seus objectos materiais.
Amar alguém exige espírito de sacrifício, uma boa dose de paciência, capacidade de partilha e um grande poder de negociação!
Eu não estou a dizer que só porque ela ficou grávida ele deva ficar com ela para toda a vida. Um filho não prende nem nunca prendeu ninguém!
O que me deixa triste foi ele tê-la enganado ao dizer que a amava, quando na realidade só gostava dela na cama! Só gostava do aspecto físico dela esquecendo que a dita “gordura” que ele agora tanto abomina é em parte culpa dele! A “gordura” dela é a maior prova de amor que um ser humano pode dar a outro: um filho!

Que espécie de pessoas são estas?
Olho á minha volta e vejo tanta gente que pensa como o namorado da M. Felizmente que no meio destes ainda há homens que sabem AMAR no verdadeiro sentido da palavra!
Para piorar a situação a minha amiga entrou em depressão profunda e tentou o suicídio!
Felizmente foi encontrada a tempo e tanto ela como o bebé estão agora fora de perigo!
Será que ele tem consciência que poderia ser co-responsável por duas mortes?
Acredito que o tempo vai encarregar-se de lhe ensinar a lição! Pessoas egoístas como ele acabam geralmente na mais profunda solidão. Porque repetem o mesmo padrão de comportamentos em tudo o que fazem. Constroem muros á sua volta em vez de pontes para o coração dos outros. Esquecem-se que não vão ser jovens toda a vida e que a velhice pode ser muito dolorosa para quem não criou laços de amor na juventude!

Quanto a ti, minha amiga resta-me desejar-te muita força!
Luta por ti e por essa criança que agora amas profundamente, apesar de não ter sido desejada inicialmente. Rodeia-te de amor, da tua família e dos teus amigos que nunca te abandonaram.
Esse filho vai ser a tua melhor recompensa porque ele quando nascer vai-te retribuir o amor que agora sentes por ele.
Mereces um homem que te ame de verdade e não esse projecto de pessoa que não passa de um infeliz que arrasta os outros na sua própria infelicidade.

Felizmente que ainda há pessoas que sabem o verdadeiro significado da palavra amor!
Vejo alguns amigos meus que recentemente foram pais e vejo a alegria e o amor que sentem pelas mulheres que lhes deram o melhor presente que a vida pode dar a um ser humano: ser pai.

Falando em ser pai parece que em breve vou ser tia....heheheheheheh!!!!!!!

2 comentários:

Daniel Aladiah disse...

Querida Loirinha
Concordo inteiramente contigo!
Espero, ao menos, ser convidado para o casório, porque ele há-de acontecer :)
Um beijo
Daniel

Natália disse...

Olá
achei seu blog pela google.
sabe, eu penso que as pessoas dificilmente amam outras de verdade.
Já me disseram que o corpo feminino é como um santuário, que deve ser respeitado. Homens mau caratersão como guerreiros sem coração....
bju no coração