segunda-feira, setembro 10, 2007

Violência no Porto

Na noite de sexta para sabado estava eu a chegar a casa por volta das 2h30 da manhã quando o insólito aconteceu. Mesmo á frente do meu predio um BMW em alta velocidade albarrou dois carros estacionados e arrancou em seguida a alta velocidade. Por sorte não acertou em ninguém.
Dos carros albarroados um mercedes foi parar ao canteiro das flores e um audi A3 foi empurrado para o meio da rua. Para trás ficou caida a matricula do dito BMW.
Como estava uma noite muito agradavel os taxistas encontravam-se fora dos seus carros e viram toda a cena chamando de imediato a policia que chegou passados 5 minutos.
Os donos dos dois carros também vieram quase de imediato. Encontravam-se num conhecido bar de alterne ali perto e ouviram o estrondo provocado pelo BMW!
Até aqui parece não ser nada de especial provavelmente o condutor do BMW ia bebado ou então tinha roubado o carro e por isso pôs-se em fuga!
Mas na verdade o que me assusta é que só esta semana a policia foi chamada á minha rua 3 vezes!
A qualquer lado que se vá só se fala nos recentes assaltos ao talho, peixaria, frutaria, ao quiosque,.... roubos por esticão, roubo de carros, vandalismo...
Ainda por cima temos um bando de rufias entre os 16 e 18 anos que passam a vida a cometer pequenos furtos e que após serem presos saem em liberdade gabando-se dos seus feitos e prometendo mais desacatos. Esta semana um deles roubou um carro e foi perseguido por 6 carros da policia isto ás 4 da manha. Acabou por ser apanhado e saiu do carro com revolver apontado á cabeça! Foi algemado e levado para a esquadra. No dia seguinte já andava na rua!
Alguns moradores já deram em fazer justiça pelas próprias mãos. Um destes dias um desses jovens foi praticamente varrido a cacetada de vassoura pelo dono de um estabelecimento comercial aqui da zona. Mas isto não resolve nada.
Eu acho que a nossa policia até faz um bom trabalho tendo em conta os meios que têm, contudo a nossa justiça parece proteger os fora da lei.
Tudo isto aliado ao que vem nos jornais confesso que começo a ter medo de andar na rua (seja de dia ou de noite).

1 comentário:

João disse...

E será que se pode saber o que andava a cinderela a fazer na rua depois da meia noite?
Ai ai!

Beijo do Jonhy