segunda-feira, fevereiro 18, 2008

A partida...





Aos meus pais,


...pelo exemplo de vida, pelo amor incondicional que me dedicaram e também por me ensinarem, que vale sempre a pena viver.
... por tornarem a minha existência tão feliz e por me terem ensinado a NUNCA desistir...
...por me terem ensinado a "pescar" em vez de me terem dado o "peixe" numa bandeja...
...por todos os sacrificios que fizeram por mim e pelo meu irmão quando era muito mais fácil terem sido egoistas e pensarem apenas no seu proprio umbigo...
... por me terem ensinado a AMAR com o coração...
... por me terem ensinado a ter respeito por mim e a NUNCA me deixar pisar por ninguém...
....por me terem dado mimo em doses industrias mas terem tido o cuidado de não criarem uma pessoa egoista... por me ensinarem que é importante receber dos outros mas também dar um pouco de nós...
... por me terem ensinado a ser solidária com os outros...a dar sem esperar receber nada em troca...
...por me terem feito perceber o quanto é importante lutar por aquilo que queremos... e nunca, mas nunca desistir daquilo em que acreditamos...
... por nunca me terem faltado com nada ao longo da vida...
... por me estimularem a perseguir os meus sonhos...
... por serem os melhores pais do mundo...
... por serem mais do que pais.... amigos, confidentes mesmo nos momentos em que eu não compreendia que apenas me queriam proteger do mundo cruel em que vivemos...

Por tudo isto...
Agradecer é pouco... Adoro-vos...


PS1- Só quando nos aparece uma doença grave é que muitas vezes nos lembramos que só estamos de passagem pela terra e que a nossa partida pode acontecer a qualquer momento... Por isso devemos dizer aqueles que amamos aquilo que nos vai no coração... adiar para depois pode ser tarde demais...
PS2- Por falar em partida a vossa amiga também está de partida...mas é só durante uns dias...
PS3- Ana, a voltinha de Smart e o nosso cafesinho estão prometidos no dia a seguir ao meu regresso... eu ligo-te quando chegar...
Desejem BOA VIAGEM para a enjoadinha do costume... hehehehehehe
Beijinhos doces da vossa Loirinha

2 comentários:

Carlos Barros disse...

Vamos por partes...porque partes...
...gosto
formosa e não segura..
é do tempo desculpa...
é verdade..o que escreves, mas não mesnos verdade é que só nos lembramos ada existencia de alguém qd parte...
beijo

Miguel disse...

Quero que fiques comigo para sempre. Estou cheio de saudades tuas. Passei estes dois dias inteiros a pensar em ti, o que estarás a fazer? Quem estará a ver o teu sorriso? Confesso que sinto ciúmes. Sei que não gostas, mas eu tenho tanto medo de te perder. Tenho vontade de te ligar de hora a hora mas controlo-me porque sei que isso te iria aborrecer. Contento-me em olhar para as tuas fotografias, a cheirar os lençóis onde estiveste deitada comigo (ainda cheiram a “Irresistible), a ouvir as nossas músicas, e a visitar o teu blog vezes sem conta só para te sentir mais perto de mim.
Todas as mulheres que eu tive na minha vida foram só um ensaio para eu chegar até ti. Quando Deus te criou foi para mim. Tu és perfeita.
Quando cruzas-te o meu caminho eu percebi que estava perdido, que ía ter que passar por cima de tudo e de todos para chegar até ti. Eu faria tudo novamente, esperaria por ti o tempo que fosse preciso, roubar-te-ia a quem quer que te possuísse.
Tu deixas-me louco. Com essa tua carinha de menina angelical e esse corpo de mulher sensual, que me hipnotiza e encanta. Esse corpo é justamente um convite à perdição. Deixas-te o meu coração e a minha cabeça virados do avesso. Eu agora até podia morrer. Sabes porquê?
Porque morreria feliz por te ter tido nos meus braços e ter provado do teu doce sabor.

Não vejo a hora de te ir buscar ao aeroporto. Até logo princesa.