domingo, março 13, 2005

Delírios da Loirinha 5

luniq15.gif



Dois dias depois ele tocava a campainha novamente.
-Acho que temos um assunto a meio - sorriu. Pegou-lhe na mão e gentilmente conduziu-a ao quarto.
-Eu tenho andado a pensar. Não posso nem quero continuar a fugir daquilo que sinto por ti - retorquiu ela.
Ele fechou a porta do quarto após entrarem e deitou-a no meio da cama. Ele despiu a camisa e atirou-a para o chão. Com a respiração suspensa ela ficou a observar enquanto ele tirava as calças, ficando completamente nu, sem o menor constrangimento.
Um súbito ataque de inibição fê-la desviar o olhar do atributo masculino que mais atraía a sua atenção. Sempre tentara imaginar como seria e agora que a sua curiosidade feminina fora satisfeita, não conseguia olhar de novo. De repente viu-se constrangida ao extremo.

-Eu...

-Psiu..

-Não estou com disposição agora... talvez noutro dia...

-Eu deixo-te com disposição minha querida.

Com um movimento rápido ele puxou o cinto que amarrava o vestido e as duas metades abriram-se. Apenas com o olhar deixou-a com a pele em brasas e a respiração suspensa. Entrelaçando os dedos nos cabelos longos, puxou-a lentamente e com sensualidade até fazê-la encostar a cabeça no travesseiro. Ela viu-se deitada a olhar para a mão dele a fechar-se sobre a pele alva dos seus seios. Estremeceu, abalada pela visão e pelas sensações eróticas. Um som rouco escapou dos seus lábios quando os dedos hábeis tocaram o mamilo erecto. Durante alguns segundos ele brincou com o botãozinho rosado e ela experimentou uma excitação diferente, mais intensa e inquietante. De repente, a cabeça dele inclinou-se para que os lábios e os dentes substituíssem os dedos. Ela deixou escapar um gemido alto.

-Tu és uma tentação... entrega-te inteiramente ao prazer.

Tudo o que ela queria era fazer amor com ele, encerrar esse capítulo da sua vida e seguir em frente.

-Ah, e tu ainda coras! Uma consequência charmosa dessa pele rosada...

Ele ficou a admirar o corpo nu com tal brilho no olhar incrédulo que ela superou a timidez.

-Tu és maravilhosa. Não me importo com mais nada.

Ela deslizou a mão pela pele bronzeada e macia dos ombros largos. Parecia tão natural estarem ali juntos, naquela cama, como deveria ter sido há dois anos atrás. Ela não fora apenas fascinada por ele. Amara-o profundamente assim como a amava agora. -

Quando olhas assim para mim, quero esquecer todos os preliminares e entrar dentro de ti com a voracidade de um adolescente.

-É mesmo? - Perguntou ela com um sorriso sonhador, afastando o último traço de incerteza para regozijar-se no prazer completo de se tornar mulher.

Os lábios sedentos voltaram aos mamilos róseos enquanto os dedos buscavam a humidade quente da sua feminilidade, para tocar onde somente ele já tocara.

-Queres fazer amor comigo? Ou preferes que vá embora?

Apesar de tensa e com medo, ela sabia que se ele parasse naquele momento morreria de frustração. Então ele começou a mover-se e o prazer transformou-se numa pontada de dor ao mesmo tempo que ela soltava um grito. Por instantes, ele parou e durante uns segundos os seus olhos sondaram o rosto contraído.

-Eu teria sido mais paciente e gentil se soubesse a verdade. Porque não me contaste?

-Achava que não tinhas o direito de saber, imaginei que irias gozar comigo por causa disso. É uma sensação estranha -confessou num murmúrio.

-Vai passar... relaxa... como eu te adoro…

Quando ela se percebeu já não conseguia concentrar-se e muito menos assumir o controle como planeara... estava no limiar de um desejo intenso. De repente estava a despedaçar-se e a tremer convulsivamente, arremessada às fronteiras mais remotas do prazer. Quando ela voltou a um estado agradável calma, uma deliciosa sensação de pleno deleite, estava agarrada a ele como se ele lhe pertencesse por inteiro.

-Eu faço-te feliz, meu amor?

-Felicíssima.

E depois desta confissão, os lábios de ambos procuraram-se num longo beijo repleto de desejo.


Fim


Beijinhos doces da vossa amante…

8 comentários:

litle lucy disse...

Mui belo :)

Bom Domingo
um beijo Rose**

jocapoga disse...

Simplesmente belo e muito bem escrito. Dá perfeitamente para guião de filme. Título?

Daniel Aladiah disse...

Querida Loirinha
Um final feliz.
Um beijo
Daniel

Taliesin disse...

Lorinha esse conto ficou maravilhoso, nossa fiquei completamente envolvido na estoria, e a sutileza q vc usa para descrever o momento, é otimo
Parabens
Beijão

AS disse...

O amor... Ah! O amor...

Adorei este conto!...

beijo

Å®t_Øf_£övë disse...

Belo final,muito intenso.
Fico a aguardar novos contos.
Boa semana.
Bjs.

isa xana disse...

tive a ler a parte 4 para não perder o fio da miada e já terminei de ler tudo. boa história. boa escrita. gostei.

*

Emmanuel disse...

Perfeito