segunda-feira, março 31, 2008

Aconchego



Gosto de ti porque és verdadeiro, porque não tens duas caras e não fazes e nem és de faz de conta.
Gosto de ti porque és seguro do que queres e isso dá-me também segurança.
Gosto da tua garra, da forma como lutas por aquilo que acreditas, pela coragem com que enfrentas a vida e pela pessoa humilde e simples que és...
Admiro a tua generosidade para com os outros, admiro a tua inteligência, o teu sentido de humor...
De manhã os teus olhos trazem ainda sono... o cabelo despenteado, o sorriso sincero. O teu corpo é divinamente imperfeito e tem todos os cheiros... Mas eu amo a imperfeição porque eu também sou assim...imperfeita... sinal de que somos humanos...
Amar-te é bom porque amo a essência amando o frasco no qual ela foi posta um dia... exactamente como eu... exactamente como qualquer outro ser. É bom sentir-me amada por ti, meu homem genuíno... porque sei que para mim podes dizer dos teus cansaços, das tuas falhas, dos teus medos, dos teus muros. E eu estarei sempre ao teu lado, amando-te a cada dia mais, incontestavelmente... e só porque não és um príncipe desencantado.


ADORO-TE
PS- Música de Elba Ramalho- Aconchego

2 comentários:

Miguel disse...

Só uma mulher excepcionalmente bela e sensivel seria capaz de fazer tamanha declaração de amor.
Fizes-te-me vir as lágrimas aos olhos.
Sinto-me o homem mais feliz do mundo por ter ao meu lado uma mulher tão especial e tão diferente das outras.
Amo-te docinho

Daniel Aladiah disse...

Querida Loirinha
Senti um cheirinho a amor, que me encantou. Sabes amar e, pelos vistos, encontraste a chinela para o teu pé. Fico feliz pelos dois, como sabes. Para quando o passo em frente? :)
Um beijo
Daniel